quarta-feira, 28 de novembro de 2007

Explosão de celular pode ter matado homem na Coréia do Sul

Folha Online
A explosão da bateria de um celular pode ter matado um sul-coreano, informou a polícia nesta quarta-feira, embora a empresa que fabrica os aparelhos rejeite a possibilidade.

O homem, identificado como Suh, foi encontrado morto em seu local de trabalho na manhã de hoje, e a bateria de seu celular foi achada derretida em um de seus bolsos, de acordo com informações da polícia de Cheongwon, 135 km ao sul de Seul, segundo a Associated Press. 'Nós imaginamos que a bateria do celular explodiu', disse um policial em condição de anonimato.

Kim Hoon, médico que examinou o corpo, também disse que a morte provavelmente foi causada pela explosão da bateria. 'Ele apresentava ferimentos similares a queimaduras no peito esquerdo, e sua costela e sua coluna estavam fraturadas', disse Kim. 'Provavelmente, a pressão causada pela explosão causou danos ao seu coração e aos seus pulmões, levando-o à morte', acrescentou o médico.

Segundo a polícia, o celular foi fabricado pela na Coréia do Sul pela LG. A empresa confirmou que seu produto esteve envolvido no acidente, mas se recusou a comentar suas causas.

Um funcionário da empresa, que falou em condição de anonimato à Associated Press, afirmou que tal explosão fatal seria "impossível" de ocorrer.
* da Associated Press

Defensoria paulista propõe ação contra cultivo de eucalipto

Espaço Vital
A Defensoria Pública de São Paulo propôs Ação Civil Pública contra a expansão da monocultura de eucaliptos geneticamente modificados pela Votorantim e Suzano, no município de São Luiz do Paraitinga, no Vale do Paraíba.

A defensoria alega que rios e nascentes da região secaram, animais e pessoas foram contaminadas por agrotóxicos e diversos trabalhadores rurais ficaram desempregados.

'O plantio de eucaliptos, iniciado na década de 70, hoje já chega a 20% do município e está sendo expandido sem a realização de um estudo de impacto ambiental', afirma o defensor público Wagner Giron, que assina a ação. Ele diz ainda que as árvores são plantadas em morros e terrenos em declive próximos a rios e mananciais, contrariando o Código Florestal.

O plantio já atinge reservas de Mata Atlântica do Parque Estadual da Serra do Mar, vizinho do município. A falta de água, segundo o defensor, é uma das maiores queixas da população e de pequenos agricultores. Uma árvore de eucalipto adulta consome 30 litros diários de água.

Há também relatos de animais de propriedades vizinhas às das empresas de celulose contaminados por agrotóxicos usados no cultivo dos eucaliptos e pessoas que deixaram a zona rural por falta de emprego.

A ação é resultado de um ano de estudo em conjunto com ambientalistas e atendimento à população carente. [Mais.]

Britânica é presa no Sudão por “insulto” a Maomé com ursinho

Espaço Vital
Uma professora primária britânica que trabalhava no Sudão foi presa na capital do país, Cartum, e está sujeita a uma pena de 40 chibatadas pela acusação de blasfemia, por ter permitido aos seus alunos batizarem um ursinho de pelúcia de Mohammed (Maomé).

Se considerada culpada pelo suposto insulto ao profeta Maomé, Gillian Gibbons, de 54 anos, pode ser condenada às 40 chibatadas ou passar seis meses na cadeia ou ainda pagar uma multa.

Autoridades britânicas estão tentando conseguir a libertação da professora, nascida em Liverpool. Gibbons permitiu que seus alunos, de seis e sete anos de idade, escolhessem o nome do ursinho de pelúcia em setembro como parte de um trabalho em classe a respeito dos animais e seus habitats. Vários pais de alunos fizeram reclamações às autoridades e ao Ministério da Educação, o que levou à prisão da professora.

O advogado da escola Unity High School, onde Gibbons trabalhava, também está trabalhando com as autoridades sudanesas para resolver a questão o mais rápido possível. Robert Boulos, diretor da escola, afirmou que tudo não passou de um 'erro inocente'. 'Este foi um erro completamente inocente. A sra. Gibbons nunca quis insultar o Islã', afirmou.

A escola deve ficar fechada até janeiro, temendo retaliação.
(
Com informações da BBC Brasil).

terça-feira, 27 de novembro de 2007

Sangue Karitiana

Consultor Jurídico
MP teria confundido médicos no caso de venda de sangue

A advogada Anna Cruz de Araújo Silva enviou e-mail à redação da Consultor Jurídico, em que contesta reportagem publicada no dia 16 de novembro sob o título Ouro Vermelho — Justiça decide se vender sangue de índio fere direitos.

Anna é mulher do antropólogo e médico Hilton Pereira da Silva, que segundo ela é acusado indevidamente pelo Ministério Público Federal em Rondônia de coleta não autorizada de sangue indígena.

A reportagem da ConJur, baseada nas informações divulgadas pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região, afirma que o Ministério Público Federal moveu Ação Civil Pública contra Hilton Pereira da Silva, aceita pela Justiça Federal, acusando-o de comercialização de sangue indígena.

Segundo a advogada, não só a imprensa como as próprias autoridades confundem dois episódios envolvendo a coleta de sangue indígena Karitiana mas absolutamente distintos em termos de “finalidade, tempo e atores”.

O primeiro episódio ocorreu em 1987 e teve como protagonista principal o médico Francis Black, da Universidade de Yale, dos Estados Unidos. Black coletou sangue dos Karitiana, para fins de pesquisa, resultando em venda de amostras através do site do laboratório norte-americano Coriell Cell.

O segundo, que tem Hilton Pereira da Silva como ator principal, aconteceu em 1996. Acompanhando uma equipe de cinegrafistas britânicos que fazia um documentário sobre os Karitiana, Pereira teve de atender índios em uma emergência médica. Para fins diagnósticos, recolheu sangue dos índios que foi enviado para ser analisado nos laboratórios da Universidade Federal do Pará.

“De fato, não havia autorização da Funai para tanto, mas o médico a julgou desnecessária naquela ocasião, pois estava diante de um imperativo de agir, conforme o artigo 135 do Código Penal, que pune omissão de socorro, artigos 57 e 58 do Código de Ética Médica, norma de sua categoria profissional”, diz a advogada. [Mais.]

Usina nuclear contribui para aquecimento, diz ONG


Imagem: Greenpeace
M'zONe
A ONG Greenpeace apresentou hoje um relatório sobre a emissão de gás carbônico a partir do funcionamento da usina nuclear de Angra 3.

Intitulado Cortina de Fumação: Emissões de CO2 e Outros Impactos da Energia Nuclear, o estudo mostra que as emissões da usina poderiam atingir até 400 g de gás carbônico (CO2) por quilowatt/hora gerado de energia.

O nível mínimo de emissões na atmosfera seria de 150 g de CO2 por quilowatt/hora. O estudo foi apresentado no Rio de Janeiro durante audiência pública promovida pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama).


A coordenadora da Campanha de Energia do Greenpeace, Rebeca Lerner, afirmou que o relatório quer 'rebater esse argumento de que a energia nuclear seria uma energia mais limpa e uma solução para o aquecimento global'.

Ela reiterou a posição da Greenpeace, que é contra a retomada da usina e o uso da tecnologia nuclear para geração de energia de modo geral.

Os números do relatório da organização não-governamental levam em consideração desde a etapa de extração do urânio nas minas até o descomissionamento (desinstalação) da usina ao fim de sua vida útil, estimada entre 30 a 40 anos. As etapas intermediárias seriam a fabricação do combustível nuclear, transporte do combustível, construção da infra-estrutura da usina; operação; e gerenciamento de rejeitos radioativos.

Para os cálculos, a ONG utilizou uma metodologia desenvolvida internacionalmente, aplicada na Inglaterra e na Alemanha, e adaptou ao caso nacional de Angra 3. "Essa metodologia estuda o gasto energético de cada uma dessas etapas da produção da energia nuclear. E a geração dessa energia que é consumida nesse ciclo provoca emissões de gases de efeito estufa", informou Lerner.

A coordenadora da Campanha de Energia do Greenpeace reconheceu que o provável índice de emissões de 150 g de gás carbônico por quilowatt/hora de Angra 3 "é menor do que o de uma termelétrica a diesel ou a carvão mineral, mas é mais alto do que uma hidrelétrica, que o uso da biomassa, da energia eólica ou da energia solar". De acordo com o documento, o índice de emissões de uma usina nuclear como Angra 3 seria cerca de cinco vezes mais alto do que a poluição atmosférica gerada pela energia solar e pela energia eólica. [Mais.]

De cada 10 brasileiras, 3 já sofreram violência sexual

M'zONe
Esse é um dos dados alarmantes do relatório sobre violência contra a mulher elaborado pela Cepal

De cada dez brasileiras, com mais de 15 anos, três já sofreram violência física extrema. Esse é um dos dados alarmantes do relatório sobre violência contra a mulher, elaborado pela Comissão Econômica para América Latina e Caribe (Cepal) e divulgado no domingo, Dia Internacional para a Eliminação da Violência contra a Mulher.

O trabalho Basta! O Direito de Viver uma Vida sem Violência na América Latina e Caribe mostra que os principais agressores são os parceiros das vítimas. Além da violência física, elas sofrem ainda com violência sexual, emocional e econômica.

E isso ocorre em todas as classes sociais e graus de instrução - o texto informa que as principais vítimas são aquelas que completaram apenas o antigo primeiro grau, com exceção do Peru, onde aquelas que completaram o segundo grau sofrem mais violências.

"Há um traço sócio-cultural que legitima essa violência e se reflete na desigualdade de poder na relação de gênero. O desequilíbrio de poder nas relações é muito grande e, em geral, é exercido pelo homem", afirma Júnia Puglia, vice-diretora do Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher (Unifem), que lançou o relatório no Rio de Janeiro.

Esse desequilíbrio de poder, acredita Júnia, está por trás de situações como a da adolescente no Pará, que foi mantida por 20 dias numa carceragem com homens e sofreu sucessivos abusos sexuais. "Para mudar essa situação é preciso haver uma trabalho de transformação da sociedade", afirma.

Júnia ressalta a grande dificuldade que os pesquisadores tiveram para encontrar "dados nacionais abrangentes e confiáveis" a respeito da violência contra a mulher.

Numa das poucos informações sobre o Brasil, o relatório cita pesquisa feita em 2001 pela Fundação Perseo Abramo com 2.502 mulheres, segundo a qual uma em cada cinco entrevistadas havia declarado ter sido vítima de violência.

"O Brasil tomou a providência importante de ampliar recursos para a promoção da eqüidade de gênero, inclusive para a produção de dados e estatísticas", destacou Júnia.

Entre as princiapais dificuldades encontradas pelos pesquisadores no Brasil estão escassez de recursos, financiamentos insuficientes, interrupção dos programas e falta de mecanismos de avaliação dos planos e programas implantados.

O relatório mostra ainda que 90% dos latino-americanos consultados consideram a violência intrafamiliar um problema importante. "Esse é o discurso, mas está muito distante da realidade", afirma Júnia.

O documento foi divulgado no Canequinho (anexo à casa de shows Canecão), na zona sul. Também foi realizado o show "Por uma vida sem violência".

Igreja confunde jovens e prejudica prevenção da Aids, diz médico

M'zONe
Jovens recebem mensagens contraditórias, diz líder da Sociedade Clínica Européia de Aids. Josep María Gatell diz que educação sexual é 'insuficiente', 'tardia' e 'parcial'.

O presidente da Sociedade Clínica Européia de Aids (EACS), doutor Josep María Gatell, afirmou nesta segunda (26) que a educação para a prevenção da doença falha, entre outras razões, porque os jovens recebem informações contraditórias sobre o uso de preservativos.

"Existem instituições, como a Igreja Católica, que não contribuem para que exista uma mensagem única sobre a necessidade da proteção durante relações sexuais por meio do uso do preservativo", declarou o médico do Hospital Clínic de Barcelona.

Gatell deu estas declarações durante a conferência "Aids na Europa 2007", onde lembrou que a Organização Mundial da Saúde (OMS) calcula em 760 mil o número de pessoas infectadas pela doença na Europa, o dobro da cifra de seis anos atrás.

Para o médico, a educação sexual é "insuficiente", "tardia" e "parcial", e deve ser iniciada "antes de os jovens começarem a ter relações sexuais, e não depois".

O doutor se mostrou a favor de que uma disciplina específica de prevenção e informação apareça nos currículos escolares, embora tenha alertado para a dificuldade de toda a sociedade concordar com seu conteúdo.

Gatell lembrou que a metade de pessoas infectadas pela Aids no mundo todo não sabe que tem a doença. Sobre isso, explicou que um grupo de 300 especialistas debaterá na conferência a criação de um guia que indique em quais casos o médico deve recomendar ao paciente a realização de um exame preventivo de Aids, a fim de fazer o diagnóstico o quanto antes.


Também foi apresentada na conferência uma parte do relatório da "London School of Hygiene & Tropical Medicine", o qual revela que ainda existem países do Leste Europeu, como Rússia e Ucrânia, nos quais os imigrantes não recebem tratamento terapêutico contra a Aids.

Richard Coker, membro desta instituição, alertou que Alemanha e Polônia têm recebido nos últimos anos um número considerável de europeus do leste que não são tratados em seus próprios países, onde são estigmatizados por terem contraído a doença.

O relatório, realizado em 33 países europeus, conclui que a introdução do sistema de medicamentos anti-retrovirais "não apresentou tantos benefícios como se esperava".

GE diz que novo sistema de tomografia reduz radiação

M'zONe
Um novo aparelho de tomografia computadorizada de alta definição, produzido pela GE Healthcare, está produzindo imagens mais claras dos órgãos internos, tecidos e ossos do corpo, e ao mesmo tempo reduzindo a exposição à radiação que pode causar câncer, se comparado a máquinas mais antigas, anunciou a empresa na segunda-feira.

A GE Healthcare, subsidiária da General Electric que fatura 17 bilhões de dólares ao ano, anunciou que seu novo aparelho de tomografia de alta definição está sob revisão das autoridades regulatórias norte-americanas e que a empresa espera lançar o produto em algum momento de 2008.

A GE Healthcare está demonstrando a nova tecnologia na reunião anual da Radiological Society of North America, esta semana, em Chicago.

A tomografia computadorizada usa raios-X para produzir imagens que permitem que os médicos estudem o interior do corpo de um paciente em busca de sinais iniciais de câncer, problemas cardíacos e outras doenças.

Historicamente, a obtenção de imagens de qualidade mais alta sempre exigiu o uso de mais radiação.

A qualidade melhorada das imagens de alta definição conseguida pelos novos aparelhos de tomografia é análoga à melhora de qualidade oferecida pelos vídeos de alta definição, se comparados aos convencionais, de acordo com a empresa.

A nova tecnologia é capaz de produzir imagens que são 30 por cento mais claras, e gerá-las 100 vezes mais rápido e com metade da dosagem de radiação resultante do uso da tecnologia atual, disse Corey Miller, porta-voz da GE Healthcare.

As tomografias cardíacas podem ser realizadas com redução ainda maior da radiação, da ordem de até 83 por cento, segundo ele.

Um dos testes mais comuns com essa técnica é a angiografia coronária por tomografia computadorizada, usada para detectar doenças coronárias, que respondem por 20 por cento das mortes nos Estados Unidos.

Mas recente estudo publicado no Journal of the American Medical Association concluía que as tomografias acarretavam riscos mais elevados de câncer, ao longo da vida, especialmente para as mulheres da faixa dos 20 anos de idade.

Cientistas criam plantas resistentes às secas

M'zONe
Cientistas americanos e japoneses obtiveram plantas geneticamente modificadas capazes de resistir às piores secas com necessidades ínfimas de água, revelou um estudo divulgado nesta segunda-feira nos Estados Unidos.

A descoberta poderá ter desdobramentos importantes para a produção de alimentos em condições extremas, estimam os autores do estudo.

"Partimos da suposição de que era possível incrementar a tolerância das plantas à pressão da seca atrasando a senescência das folhas, isto é, seu envelhecimento", informaram Rosa Rivero, da Universidade da Califórnia em Davis, e Mikoko Kojima do instituto de investigação japonês Riken de Yokohama, na revista Anais da Academia de Ciências dos Estados Unidos (PNAS) de 4 de dezembro.

Entre os vegetais, a senectude não é uma simples degradação das condições de vida da célula, mas um processo controlado geneticamente. Com efeito, alguns genes se expressam unicamente no momento da decrepitude, fase de amadurecimento da planta até a morte.

"Nossa hipótese é a de que a senectude se deva à ativação de um programa da morte de algumas células. Este programa poderia ser ativado de maneira inapropriada em algumas plantas quando ocorre uma seca. Suprimir este programa poderia permitir, assim, a esses vegetais preparar-se melhor ante a seca", explicaram.

Com base em seus estudos sobre plantas do tabaco geneticamente modificadas, os pesquisadores acrescentaram o gene IPT (isopentenyl transferase), produtor de uma enzima que fabrica um hormônio denominado cytokinin (CK). O cytokinin estimula as folhas a se manterem verdes inclusive em períodos de seca.

Os cientistas afirmam que sua descoberta busca reduzir as perdas agrícolas atribuídas à seca e poderia permitir a produção de alimentos nas regiões onde falta água.

segunda-feira, 26 de novembro de 2007

Desastres naturais quadruplicaram em 20 anos devido à mudança climática


Furacão Katrina, como visto pelo satélite da Envisat da ESA em 25.08.05
M'zONe
ONG recomenda que governos agilizem a ajuda humanitária a países atingidos. Número de vítimas passou de 174 milhões para 254 milhões.

Nos últimos 20 anos, o número de desastres naturais quadruplicou, segundo um relatório da organização Oxfam, que recomenda que os Governos e a ONU agilizem a concessão de ajudas humanitárias.

O número de pessoas atingidas todos os anos por estas catástrofes passou de 174 milhões, entre 1985 e 1994, para 254 milhões no período de 1995 a 2004, indica o documento, intitulado "Alarme Climático".

Desde 1980, a ocorrência de inundações cresceu seis vezes, passando de 60 este ano para 240 em 2006, enquanto o número de episódios geotérmicos terremotos ou erupções vulcânicas se manteve relativamente estável.

A diretora da Oxfam, Barbara Stocking, afirmou que é preciso se preparar desde hoje para enfrentar um número crescente de desastres naturais no futuro, pois, caso contrário, os organismos dedicados à ajuda humanitária se verão abarrotados de trabalho e jogarão por terra os avanços obtidos no setor.

Apesar de as grandes crises, como a da fome na África no começo dos anos 80, o ciclone que atingiu Bangladesh em 1991 ou o tsunami asiático, causarem o maior número de mortes, é cada vez mais preocupante a proliferação de desastres de "média magnitude".

O número de vítimas mortais devido a este segundo tipo de desastre passou de 6 mil, em 1980, para 14 mil em 2005.

Por menores que sejam estes fenômenos, sua rápida sucessão pode levar cidades e comunidades pobres a uma espiral descendente da qual será muito difícil que se recuperem.

Para piorar as coisas, adverte a Oxfam, os países ricos costumam dar preferência em seus programas de ajuda às nações que sofreram catástrofes de grande magnitude ou que estão em linha com suas prioridades de política externa.

Há também a questão de países que são mais propensos a sofrer desastres meteorológicos, como o Vietnã, que em agosto foi atingido por graves inundações que devastaram as províncias centrais do país.


Em outubro, foi a vez do tufão "Lekima" afetar a nação, causando grandes deslizamentos de terra e novas inundações de uma magnitude desconhecida nos últimos 20 anos. Além disso, as secas estão se tornando cada vez mais freqüentes no país.

Painel solar portátil recarrega laptops e câmeras


M'zONe
A empresa americana Brunton criou um sistema de painéis solares transportáveis para carregar dispositivos portáteis. O SolarRoll 14, o maior da linha, mede 30 cm por 144 cm, permitindo absorver uma grande quantidade de sol.

O SolarRoll pode ser enrolado e colocado em um tubo, para um fácil transporte, além de ser à prova d'água. O SolarRoll 14 é desenhado para recarregar aparelhos grandes, como laptops.

Já o modelo 9, que mede 1 metro em sua maior medida, foi feito para câmeras digitais e celulares.

O SolarRoll 14 é vendido por US$ 479 através do site da empresa. O SolarRoll 9 custa US$ 349 e o modelo 4.5 medindo 55 cm custa US$ 199.

Mais informações podem ser encontradas no site
http://www.brunton.com.

Estudantes do MIT desenvolvem 'bicicleta-laptop'


M'zONe
Estudantes do centro tecnológico americano Massachussets Institute of Technology (MIT) desenvolveram um meio de carregar a bateria de um laptop pedalando uma bicicleta.

A idéia nasceu como parte de um projeto para incentivar a redução do consumo de energia elétrica em equipamentos de informática no campus.

Pedalando uma bicicleta ergométrica adaptada, usuários movem um sistema de roldanas que gera energia para alimentar uma bateria tradicional de 12 volts, como a utilizada em carros.

Um adaptador como o utilizado no acendedor de cigarros do carro conduz esta energia ao laptop. Um controlador evita o fornecimento excessivo de energia para o computador.

Em cálculos preliminares, os estudantes estimaram que um ciclista é capaz de produzir continuadamente 75 watts, mais que os 30 watts necessários para alimentar o laptop. No experimento, um dos estudantes produziu 50 watts enquanto checava seus emails.

Participantes do projeto se revezaram para utilizar a bicicleta-laptop, que deve agora ser instalada na academia do campus.

Eles ressaltaram que a idéia não apenas é ecologicamente correta (pois em vez de consumir, os usuários produzem energia), mas facilita a vida de profissionais que têm dificuldade de encaixar os exercícios físicos na rotina diária.

domingo, 25 de novembro de 2007

ONU prevê 12,3 mi de toneladas de lixo eletrônico na Europa em 2020

M'zONe
Um estudo sobre lixo eletrônico divulgado pela United Nations University nesta quinta-feira (22/11) prevê que, mesmo com o aumento na reciclagem, os países da União Européia produzirão cerca de 12,3 milhões de toneladas de dejetos eletrônicos em 2020.

De acordo com o estudo, o lixo eletrônico entre os 27 países da União Européia crescerá até 2,7% anualmente até a data, a partir de 10,3 milhões de toneladas registradas em 2005, quando a região representou cerca de um quarto de todo lixo eletrônico produzido no mundo.

A baixa taxa de reciclagem atual dos restos de aparelhos eletrônicos - 25% dos equipamentos de pequeno e médio porte e 40% dos equipamentos maiores - mostra que o cenário tem espaço "para melhorias significativas", afirma o documento da ONU.

A proposta da United Nations University é elevar a taxa de coleta para 60% dos aparelhos médios e 75% dos maiores, o que resultaria em cerca de 5,3 milhões de toneladas recicladas até 2011, mais que o dobro das 2,2 milhões de toneladas que deverão ser reaproveitadas na Europa em 2007.

Os dados sobre as previsões fazem com que o órgão estime cerca de 4 quilos de lixo eletrônico por morador da União Européia em 2020, "taxa fácil de se lidar em membros mais ricos da união, mas bastante desafiantes para novos membros", explica o documento, apontando a dificuldade de países mais pobres no continente em lidar com os dejetos.

Governo quer criar empresa para levar banda larga a todo o País


M'zONe
O governo está estudando a criação de uma empresa de propósito específico, com participação da iniciativa privada, para levar a banda larga a todo o País e instalar internet em alta velocidade nas 150 mil escolas brasileiras.

Essa seria uma alternativa à utilização da Telebrás como administradora dessa grande rede de fibras óticas.

As propostas já foram discutidas entre os técnicos. Existem divergências, mas a decisão política será do presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Todo o projeto está avaliado em R$ 10 bilhões, segundo o assessor especial da Presidência da República, coronel Oswaldo Oliva.

Na semana passada, o ministro das Comunicações, Hélio Costa, disse que a Telebrás seria uma das opções para administrar essa estrutura, o que provocou fortes altas das ações da estatal na Bolsa.

"O ministro falou que ia ser a Telebrás, mas a decisão não é dele, é do presidente. E a decisão não está tomada", afirmou Oliva ao Estado. "É uma boa opção (a Telebrás), mas depende do enfoque político que vai ser dado".

Bebês são capazes de julgar pessoas, diz estudo


M'zONe
Cientistas dos Estados Unidos descobriram que bebês a partir de seis meses de idade já demonstram ter inteligência social, analisando as intenções de outras pessoas e sendo capazes de perceber quem é um potencial amigo ou inimigo.

A equipe da Universidade de Yale realizou um estudo envolvendo 12 bebês de seis meses e 16 com dez meses, em que fizeram com que eles assistissem a uma animação com três personagens diferentes.

No desenho, um dos personagens tenta subir o que parece ser uma colina. Um segundo ajuda esse personagem, empurrando-o para cima da colina, e um terceiro o atrapalha, empurrando-o para fora.

Depois de os bebês assistirem à animação várias vezes, os cientistas mostraram a eles dois bonecos de madeira, um parecido com o personagem que ajuda o outro a subir e outro parecido com o que atrapalha.

O resultado foi que todos os bebês de seis meses e 14 dos bebês de dez meses escolheram o boneco do personagem “bonzinho”, que ajuda.

“Nossas descobertas indicam que os humanos realizam avaliações sociais num estágio muito anterior de desenvolvimento do que se pensava, e sustenta a tese de que a capacidade de avaliar indivíduos com base em suas interações sociais é universal e não depende de aprendizado”, dizem os cientistas em um artigo publicado na revista Nature.[Mais.]

sábado, 24 de novembro de 2007

Pais precisam observar navegação dos filhos na Internet

O Globo Online
O comandante da seção de exploração infantil da unidade de crimes sexuais da polícia de Toronto, no Canadá, acredita que até mesmo o melhor sistema pode ser derrotado.

TORONTO (Reuters) - Filtros, fiscalização permanente e até mesmo o uso de impressões digitais para conexão não bastarão para impedir que adultos determinados obtenham acesso a sites infantis na Internet, e cabe aos pais monitorar o que seus filhos fazem online, de acordo com a mundialmente famosa unidade de crimes sexuais da polícia de Toronto. 'Trata-se de passos na direção certa, mas acredito que mesmo o melhor sistema possa ser derrotado', disse a sargento-detetive Kimberly Scanlan, que comanda a seção de exploração infantil da unidade.

"Eu gosto as medidas de segurança, mas sei como pensam os predadores sexuais, e eles são muito antenados. Passam tanto tempo em seus computadores, estudam tanto as novas tecnologias, que sempre encontrarão maneira de contornar os obstáculos. A segurança não é infalível", afirmou. [Mais.]

Bebês sabem quem são os "mocinhos", revela "Nature"


M'zONe
Bebês de menos de um ano de idade são capazes de distinguir boas e más intenções e, com base nisso, fazer escolhas futuras, segundo estudo na revista 'Nature'.


Em experimento da Universidade Yale, cerca de cem bebês de 6 a 10 meses puderam assistir a uma peça de teatro de bonecos na qual um deles tentava escalar uma montanha.
Um outro então aparecia e ou o ajudava a subir ou acabava derrubando-o. No final, quando foi possível brincar com os bonecos, a maioria dos bebês escolheu aqueles que tinham ajudado o outro a subir.

Pesquisadores criam algoritmo que identifica os 100 melhores blogs

M'zONe
Qual blog deve ser lido para não se perder uma notícia importante? Um algoritmo criado por pesquisadores da Carnegie Mellon University é capaz de compilar listas como os 100 melhores blogs para se ler as melhores notícias da web.

O objetivo do algoritmo Cascade, ao buscar blogs para esta lista, é detectar as grandes notícias o quanto antes, e que estejam o mais próximas da fonte quanto for possível.

O algoritmo faz marcações de data para determinar em quais páginas os itens mais “quentes” estavam sendo postados primeiro.

O Cascade é muito versátil, tanto que os pesquisadores também o usaram para determinar detectar contaminações em armazenamentos de água.

A pesquisa, atualmente, também dá enfoque à melhoria de qualidade no desempenho de redes Wi-Fi municipais.

Entre as empresas que apóiam o algoritmo Cascade, estão Intel, Microsoft, Ibm e HP.

Criminosos digitais apostam em endereços digitados incorretamente, diz McAfee

M'zONe
Pesquisa da empresa de segurança aponta que a cada endereço incorreto há uma chance em 14 de entrar em site malicioso.

Ao apostar na pressa ou desconhecimento dos internautas, os criminosos digitais registram domínios parecidos com famosos endereços de internet de marcas ou empresas conhecidas, como bancos, por exemplo, e carregam estas páginas com conteúdo malicioso.

Além do malware, os crackers lucram também com as receitas publicitárias geradas pelo tráfego enganado e registram endereços de e-mails para enviar spams.

O levantamento da McAfee analisou 1,9 milhões de variações de 2.771 dos nomes de domínios mais populares no mundo. Ao digitar erroneamente o endereço da página que procura, define o estudo, o internauta tem uma chance em 14 de visitar um site mal intencionado.

A técnica está se tornando constante para sites infantis. Mais de 60% dos sites mais ocupados foram criados para atrair a faixa etária até 18 anos. Além disso, os criminosos aproveitam os endereços errados para divulgar pornografia para este público, com 2,4% destes sites, ou mais de 46 mil, possuem algum tipo de conteúdo adulto.

Justiça do Rio pede dados de usuários de site de relacionamentos


M'zONe
O juiz da 26ª Vara Cível do Rio de Janeiro, Gustavo Quintanilha Telles de Menezes, determinou por meio de liminar nesta sexta-feira que a empresa de Internet Google Brasil forneça ao Ministério Público (MP) e à Polícia Civil fluminense os dados cadastrais de todos os usuários do site de relacionamentos Orkut que estejam envolvidos em crimes.


Entre os dados que poderão ser requisitados estão os números de identificação dos computadores os IPs dos membros do site.
Se a decisão judicial não for cumprida, o Google terá que pagar uma multa de R$ 50 mil por dia.

De acordo com o Ministério Público, o anonimato garantido pelo Orkut tem servido para encobrir práticas criminosas dos internautas.

O Ministério Público também sustenta que os dados solicitados não estão protegidos constitucionalmente. Em sua defesa, o Google explica que não pode obter esses dados, porque estariam armazenados em provedores localizados fora do País.

A empresa ainda pode recorrer da determinação judicial.

Congresso médico discute distúrbio do sono relacionado à internet

M'zONe
Encontro da APM (Associação Paulista de Medicina) que começou nesta sexta-feira (23) e vai até amanhã discute distúrbios do sono na atualidade.

Entre os trabalhos que devem ser apresentados neste sábado, está uma pesquisa da Unicamp que aponta a utilização da internet como responsável pela má qualidade do sono em adolescentes. A

pesquisa, de autoria da psicóloga Gema Galgani de Mesquita Duarte, entrevistou 160 estudantes entre 16 e 18 anos da cidade mineira de Alfenas.

O estudo concluiu que 65% dos adolescentes utilizam a internet durante a noite, causando sonolência diurna e prejudicando a qualidade do sono. Entre os internautas noturnos, 75,96% acessam a rede em dias de semana entre 18h e 6h e 90,38% nos fins de semana das 17h às 3h.

'Usar a internet a noite é semelhante ao trabalho noturno, pois além de exigir atenção de quem está acessando, a luz da tela retarda a produção de melatonina', explica a psicóloga.

Apesar da relação com a utilização da internet, a pesquisadora explica que qualquer atividade desenvolvida durante o período noturno pode afetar a qualidade do sono. "O abuso na utilização da internet é prejudicial como qualquer outro abuso."

Porém, a pesquisadora aponta agravantes com relação ao hábito de acessar a internet com, por exemplo, ver TV durante a noite. "Ao assistir televisão a pessoa adota uma postura passiva, enquanto a internet é interativa, requer atividade constante", compara.

Em novo projeto, a intenção da pesquisadora é avaliar em sua tese de doutorado o impacto do hábito noturno da utilização da internet entre o público universitário, com faixa etária entre 18 a 25 anos. "Mas desta vez irei pesquisar, além do uso do computador, os hábitos de vida dos universitários".

Durante o congresso também será abordado temas como insônia, o sono fragmentado das crianças autistas, narcolepsia e bruxismo, entre outros.

sexta-feira, 23 de novembro de 2007

Porto Alegre registra alto índice de radiação ultra-violeta

Folha Online
Em Porto Alegre, no dia de hoje, o índice UV marca 9 - considerado muito alto.

Neste caso é necessária proteção intensa. Camiseta, óculos, protetor solar e chapéu são absolutamente indispensáveis.

O índice ultravioleta (IUV) mede o nível de radiação solar na superfície da Terra. Quanto mais alto, maior o risco de danos à pele e de aparecimento de câncer.

Clique aqui para saber os índices de radiação em outras regiões do país e a relação entre o índice e os cuidados a tomar.

ONU faz no YouTube competição para combater a fome

M'zONe

Internautas devem criar vídeos que levem à reflexão sobre a fome. Autor do arquivo mais acessado até outubro de 2008 ganha uma viagem.

O canal Hunger Bytes, criado recentemente no site de vídeos YouTube, criou uma competição que tem como objetivo combater a fome na África.

A iniciativa é do World Food Program (WFP, na sigla em inglês), agência da ONU voltada a ajudar aqueles que não têm o que comer.


O prêmio para o autor do vídeo vencedor é uma visita para duas pessoas ao projeto WFP o principal escritório da organização fica em Roma, mas o destino da viagem não é especificado no regulamento.

“Acredite: a visita será a um lugar interessante”, diz a mensagem publicada no YouTube.


“Convidamos as pessoas a usar sua criatividade para fazer os vídeos mais engraçados ou estranhos com duração de 30 ou 60 segundos sobre a fome”, diz a agência em seu canal on-line.

“Essa é a sua chance de ser controverso, provocador e chocante. Sua chance de fazer um vídeo que chame a atenção da comunidade on-line e a faça pensar sobre a fome no mundo”, continua o anúncio.

O objetivo do projeto é criar vídeos virais aqueles que são passados de um internauta para outro , fazendo com que as pessoas pensem sobre a fome.

A agência escolherá os cinco melhores arquivos e distribui-los na web. Aquele que tiver o maior número de acessos até 16 de outubro de 2008 (dia mundial da alimentação) será o vencedor.

Explore o céu com o Google Earth


Google Earth
Com cerca de cem milhões de estrelas e duzentos milhões de galáxias, o Sky do Google Earth permite explorar o firmamento como nunca antes se conseguiu.

quinta-feira, 22 de novembro de 2007

Chávez diz que desenvolverá programa nuclear com fins pacíficos


Folha Online
O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, declarou nesta quinta-feira (15) que seu país desenvolverá um programa de energia nuclear 'com fins pacíficos'.


Em entrevista à rede de televisão francesa France-24, Chávez disse que 'a Venezuela também vai começar a desenvolver sua energia nuclear com fins pacíficos, como fazem o Brasil e a Argentina'. A declaração foi dada quando o presidente respondeu a uma pergunta sobre suas relações com o Irã, país que visitará nos próximos dias.
Chávez disse ter certeza de que o Irã não está fabricando bombas atômicas. Ele defendeu a energia nuclear como uma solução para a crise energética mundial, causada pelo aumento do preço do petróleo e pela redução das reservas, além da mudança climática e da poluição atmosférica. Para ele, vários países deverão recorrer também à energia atômica. 'Acho que é uma necessidade', disse, na entrevista. [Mais.]

Após elogio à democracia da Venezuela, Chávez pede aplausos a Lula

Folha Online
O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, comemorou ontem as declarações do colega Luiz Inácio Lula da Silva, nas quais o brasileiro diz que não é possível criticar a Venezuela por falta de democracia.

Ao participar de um programa de rádio, Chávez --em campanha pela reforma constitucional que prevê o direito de reeleição ilimitada-- leu ao vivo as frases do presidente brasileiro em sua defesa e completou: 'Nosso modelo socialista é eminentemente democrático'.

Um dos trechos mais festejados por Chávez foi a definição de democracia apresentada por Lula com base no exemplo da Venezuela: 'Eu acho que na democracia é assim, a gente submete aquilo que a gente acredita ao povo e o povo decide e a gente acata o resultado. Porque senão não é democracia'.

O presidente da Venezuela pediu aplausos ao seu colega brasileiro assim que terminou de ler a declaração na rádio.

As informações sobre a entrevista foram publicadas em texto distribuído pelo Ministério do Poder Popular para a Comunicação e a Informação.

O informe também relata que "o chefe do Estado venezuelano destacou o companheirismo de Lula da Silva" e afirma que Chávez deixou claro que 'o modelo socialista que está em construção na Venezuela e que se fortalecerá com a aprovação do projeto de reforma constitucional apresentada em agosto passado e que será submetida a referendo no próximo dia 2 de dezembro é eminentemente democrático". [Mais.]

Lula: "Não falta democracia na Venezuela de Chavez"

Estadao
Em meio ao debate sobre o bate-boca entre o presidente da Venezuela, Hugo Chávez, e o rei da Espanha, Juan Carlos, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva saiu em defesa do colega do país vizinho. 'Podem criticar o Chávez por qualquer outra coisa, inventam uma coisa para criticar. Agora, por falta de democracia na Venezuela, não é', disse.

Numa entrevista no Itamaraty, onde almoçou com o presidente da Guiné-Bissau, João Bernardo Nino Vieira, Lula afirmou que não falta democracia e discussão na Venezuela. 'Democracia é assim: a gente submete aquilo que acredita, o povo decide e a gente acata o resultado. Se não, não é democracia', disse.

Além de defender o ingresso da Venezuela no Mercosul, ele lembrou que está há cinco anos no poder, vai chegar a oito e, nesse período, acompanhou duas eleições para prefeitos. Na Venezuela, ressaltou, já houve três referendos, três eleições e quatro plebiscitos.

Ao comentar o bate-boca entre Hugo Chávez e Juan Carlos, ocorrido semana passada no Chile, Lula diz que não ficou constrangido. Para o presidente, não houve humilhação a Chávez. "Somos um conjunto de países democráticos que fizeram uma reunião democrática onde todos têm o direito de falar, tema livre, aquilo que lhe interessa", afirmou. [Mais.]

"Por que não te calas?"


Folha Online
É a velha história: quem fala o que quer ouve o que não quer. O nosso peculiar Hugo Chávez desandou a chamar de 'fascista' o ex-premiê da Espanha José María Aznar, quando o sucessor de Aznar, José Luiz Zapatero, e o rei Juan Carlos tomaram as dores. Pronto, foi um fuzuê!*

'Por que não te calas?', rosnou o rei, apesar de ter sido sempre tão afável, numa imagem e numa fala que rodaram o mundo e dividiram opiniões. Não sem muitas gargalhadas, cá entre nós.
[Mais.]
* Eliane Castanhêde

Humanos se casarão com robôs em breve, diz pesquisador


M'zONe
Ainda neste século, humanos poderão se casar com robôs. E consumar o casamento. A tese é defendida pelo britânico David Levy, pesquisador em inteligência artificial na Universidade de Maastrich, na Holanda, que terminou recentemente seu Ph.D sobre as relações entre humanos e robôs.

Em seu trabalho, intitulado Intimate Relationships with Artificial Partners (Relações íntimas com parceiros artificiais), Levy argumenta que os robôs serão tão humanos na aparência, nas funções e na personalidade, que muitas pessoas vão se apaixonar, fazer sexo e até mesmo se casar com eles. 'Pode soar meio estranho, mas não é. Amor e sexo com robôs são inevitáveis', disse ele ao site LifeScience.

No ano passado, o fundador da European Robotics Research Network, Henrik Christensen, previu que as pessoas estariam fazendo sexo com robôs dentro de cinco anos. Levy considera a estimativa "bem provável", pois já existem bonecas sexuais bastante realistas à venda, e trata-se apenas de acrescentar alguns comandos eletrônicos a elas para dar-lhes mais vibração, ou alguma capacidade de resposta. "É muito primitivo em termos de robótica, mas a tecnologia já está disponível", disse.

O pesquisador também disse que há uma tendência de os robôs terem uma aparência mais "humana", além de um contato cada vez mais próximo com as pessoas. Um exemplo é a andróide Repliee 2, apresentada em outubro do ano passado no Japão. À primeira vista, não se distingue, (na foto acima, à direita), quem é a robô e quem é a estudante.

"Primeiro os robôs eram usados impessoalmente, em fábricas onde ajudavam a construir automóveis, por exemplo. Depois foram para os escritórios entregar correspondência e agora guiam visitantes por museus, entraram nas casas para limpá-las, como o Roomba. Hoje você tem brinquedos robóticos, como o cão Aybo da Sony ou pets de estimação como os Tamagotchi", exemplificou.

O site lembra que a idéia de relações entre humanos e suas criações, artísticas ou mecânicas remonta à antiguidade, citando o mito grego de Pigmaleão, que se apaixonou por Galatea, estátua esculpida por ele e dotada de vida pela deusa do amor, Vênus.

Nos tempos modernos, além da ficção científica abordar o tema, há cerca de 40 anos cientistas perceberam que alguns estudantes ficavam muito atraídos pelo Eliza, um software criado para responder perguntas e que imitava um psicoterapeuta. No cinema, são inúmeras as criações - como Blade Runner ou, mais recentemente, A.I., a mostrar a interação entre humanos e andróides.

Levy também cita que psicólogos identificaram aproximadamente uma dúzia de razões básicas para as pessoas se apaixonarem. E quase todas elas poderiam ser aplicadas às relações entre humanos e robôs. "Por exemplo: uma das coisas que predispõe as pessoas a se apaixonarem é a similaridade de personalidade e nível de conhecimento, e tudo isso é programável".

Enfim, amor e sexo com robôs pode, à primeira vista, parecer algo muito "geek". "Mas assim que uma reportagem do tipo 'fiz sexo com um robô e foi ótimo' apareça em algum lugar como a revista Cosmo, por exemplo, acho que muitas pessoas vão querer entrar na onda", disse Levy. Para o pesquisador, não se trata mais de perguntar "se" isso vai acontecer, mas sim "quando".

A reportagem original do site LifeScience pode ser lida (em inglês).

Vítimas de enxaqueca teriam cérebro mais espesso


M'zONe
Neurologistas americanos descobriram que uma parte do córtex cerebral de pessoas que sofrem de enxaqueca é mais espessa do que o normal.

A equipe de pesquisadores, do Hospital Geral de Massachusetts, em Boston, agora quer investigar se esta seria a causa do problema que tem como principal sintoma fortes dores de cabeça ou se a enxaqueca é que seria responsável por desencadear as mudanças no cérebro.

Os pesquisadores, cujo estudo foi publicado na revista especializada Neurology Today, compararam os cérebros de 24 pessoas que sofriam de enxaqueca com 12 de outras que não tinham as dores.

Eles descobriram que o córtex somatosensorial (região cerebral ligada às sensações que temos das regiões do corpo) era até 21% mais espesso nos voluntários que tinham enxaqueca.

O coordenador da pesquisa, Nouchine Hadjikhani, acredita que "ataques repetitivos de enxaqueca podem levar a mudanças estruturais no cérebro ou então serem seu resultado".

"A maioria das pessoas envolvidas na pesquisa vinha sofrendo de enxaqueca desde a infância, o que significa que uma grande estimulação das áreas sensoriais do córtex poderia explicar essas transformações no cérebro no longo prazo", diz ele.

Ainda para os pesquisadores, as modificações cerebrais podem fazer com que os pacientes se tornem hipersensíveis a outras dores de forma geral.

"Isso pode explicar por que pessoas com enxaqueca também sofrem de outras dores, como dor nas costas, mandíbula, além de outros problemas sensoriais, como alodinia (sensação de dor provocada por estímulos geralmente não-dolorosos, como vestir uma roupa)", explicou o especialista.

Na avaliação de Nouchine Hadjikhani, o tratamento adequado para enxaqueca pode prevenir as dores e interromper o processo que desencadeia o espessamento de partes sensoriais do cérebro.

Bairros nobres são os campeões do desperdício de água em SP


M'zONe
Morumbi, Jardins, Higienópolis, Pacaembu e Perdizes são os que mais desperdiçam. Nesses bairros, consumo médio diário é de 500 litros, contra 100 litros na periferia.

Nesses bairros, o consumo médio por dia é de 500 litros. O desperdício é maior nos condomínios mais antigos. Só para ter uma idéia, nos bairros de classe média da capital, o consumo é de 220 litros e na periferia, 100 litros.

Por causa do mau uso, todos os dias a região metropolitana de São Paulo perde uma quantidade de água equivalente a represa de Guarapiranga, que poderia abastecer quatro milhões de pessoas.

"O mais importante, seja nos imóveis de classe alta ou de baixa renda, é que haja um esforço coletivo para o uso racional", diz o presidente da Sabesp, Gesner Oliveira.

Esforço que é mais difícil de se perceber nos bairros nobres. Em uma casa flagrada pela reportagem em Perdizes, Zona Oeste, o jato d'água é usado para limpar a garagem e até a calça do jardineiro.

"Eu penso que um dia pode faltar água. Eu moro perto da represa, e vejo o tanto que a represa já baixou", diz o jardineiro Tarcísio Alves.

As dicas para não desperdiçar água são simples. Por exemplo: não lave o carro com a mangueira aberta. Diminua o tempo dos banhos. Evite usar mais de uma vez por dia a máquina de lavar roupas. E prefira sempre varrer as calçadas ou garagens, ao invés de lavar.

Aumentam emissões de gases do efeito estufa nos países industrializados


M'zONe
As emissões de dióxido de carbono nos países industrializados aumentaram em 2005, segundo estimativas da ONU publicadas nesta terça-feira, a menos de um mês da Conferência de Bali (Indonésia), que deve estabelecer a continuidade do Protocolo de Kyoto.

'As emissões de gases responsáveis pelo efeito estufa chegaram a níveis próximos ao recorde: após a queda entre 1990 e 2000, cresceram entre 2000 e 2005 em 2,6%', destaca nesta terça-feira secretário executivo da Convenção das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (UNFCCC), Bonn Yvo de Boer.

Segundo De Boer, esta tendência se deve, 'ao mesmo tempo, aos países muito industrializados e aos países do antigo bloco do Leste, que retomaram seu crescimento econômico'. O setor de transportes registrou o 'mais rápido ritmo de aumento' destas emissões.

A ONU espera uma redução total de 11% entre 2008 e 2012 para os países industrializados que ratificaram Kyoto, lembrando que, em 2005, já estavam "entre 3% e 5% abaixo de seus níveis de 1990".

Esta projeção repousa em grande parte nos resultados de 17 "economias de transição" da Europa do Leste, cujas emissões caíram quase à metade na Estônia e em 58% na Letônia, após o fechamento de centrais elétricas obsoletas da era soviética.

Em relação a Estados Unidos e Austrália, que não ratificaram o tratado e não estão submetidos a qualquer meta de redução, houve um aumento da emissão de gases do efeito estufa em 16,3% e 25%, entre 1990 e 2005.

quarta-feira, 21 de novembro de 2007

Justiça decide se vender sangue de índio fere direitos

AMBIENTE VITAL
Pesquisadores entraram na comunidade indígena Karitiana, tiveram contado direto com os indígenas, coletaram sangue, registraram suas medidas e peso, sem autorização e conhecimento da Funai.

Só os direitos patrimoniais é que estão sujeitos à prescrição. Com esse entendimento, o TRF da 1ª Região (DF) determinou que a primeira instância analise a ação de indenização e obrigação de fazer proposta pelo Ministério Público Federal contra pesquisadores que comercializaram sangue e dados de indígenas da comunidade Karitiana sem autorização da comunidade e da Funai.

Segundo a ação, os pesquisadores, usando uma autorização concedida pela Funai para a entrada e permanência de uma rede de TV estrangeira, entraram na comunidade indígena Karitiana, tiveram contado direto com os indígenas, coletaram sangue, registraram suas medidas e peso, sem autorização e conhecimento da Fundação.

De acordo com dos caciques da comunidade, os índios só consentiram com a coleta de sangue, porque em contrapartida receberiam medicamentos. Mas, segundo ele, os resultados dos exames não foram apresentados, nem foram enviados os medicamentos prometidos.

Os pesquisadores então começaram a comercializar o sangue dos índios. O caso chegou ao conhecimento da Universidade Federal do Pará que procurou o MPF. Em depoimento, um dos acusados alegou que sua intenção foi a de ajudar a melhorar a qualidade de vida e reduzir as doenças dos índios da comunidade e que enviara todo o material coletado à Universidade Federal do Pará.
[Mais.]

Poluição cresce mais que o PIB no Brasil

AMBIENTE VITAL
As emissões de gás carbônico na economia brasileira cresceram 45% entre 1994 e 2005.

Nesse período, a média de crescimento anual da produção de gases-estufa excluindo o desmatamento foi de 3,4%, enquanto o PIB cresceu 2,6%. Ou seja, o país está poluindo mais do que gerando riqueza.


Os dados integram relatório do balanço de carbono do Brasil, feito em convênio com o Ministério da Ciência e Tecnologia pela Economia & Energia (http://www.ecen.com/), uma organização sediada no Rio. Eles formarão a base do próximo inventário nacional de emissões, ainda sem data para ser concluído, que será entregue à Convenção do Clima das Nações Unidas.

O inventário atual, lançado em 2004, já nasceu desatualizado: seus dados refletem as emissões de 1994. Naquela época, as emissões industriais brasileiras (que incluem indústria, geração de energia e transportes) eram de 62,9 milhões de toneladas de carbono, menores que as da Romênia.

Em 2005, chegaram a 91 milhões de toneladas, ultrapassando as emissões somadas de Áustria e da Holanda. Tudo isso excluído o desmatamento, que responde por cerca de 75% das emissões brasileiras -e que torna o Brasil o quinto maior poluidor global. [Mais.]

Idade da mãe pode reduzir células-tronco de bebê, diz estudo


O Globo Online
Bebês de mulheres mais velhas podem ter um sistema imunológico menos eficiente, segundo um estudo realizado em cordões umbilicais por pesquisadores da Universidade de Newcastle, na Inglaterra.

Uma equipe de cientistas coordenada pelo professor Colin McGuckin, do Instituto de Genética Humana da universidade, analisou amostras sanguíneas de cordões umbilicais e concluiu que o número de células-tronco cai significativamente quando os bebês nascem abaixo do peso, a mãe é mais velha, teve outros filhos anteriormente ou quando o bebê é prematuro.

As amostras foram cedidas por 43 mães entre 18 e 42 anos, que deram à luz no hospital de Tyneside. [Mais.]

Entendendo melhor as células-tronco


Estadao.com.br
Encontrei na internet este especial do jornal Estado de São Paulo:

Células-tronco: na discussão sobre aborto e início da vida, elas são uma questão chave. Saiba o que são e qual sua finalidade científica.

Fertilização in vitro: passados 30 anos da primeira experiência bem sucedida, estima-se que mais de 3 milhões de pessoas tenham sido geradas pelo processo.

Entenda a técnica da 'reprogramação direta', que contorna uma série de obstáculos éticos à manipulação de embriões.

Cientistas transformam células humanas em células-tronco


Imagem: do site 'Olhar Virtual'
Estadao.com.br
A técnica da 'reprogramação direta' contorna a série de obstáculos éticos à manipulação de embriões

Cientistas conseguiram dar a células comuns da pele humana os mesmos poderes de transformação das células-tronco embrionárias, um avanço surpreendente que poderá, um dia, gerar os mesmos benefícios médicos esperados da clonagem de embriões, mas sem o processo polêmico.

Equipes de dois continentes informam o sucesso em dois artigos divulgados nesta terça-feira, 20. Trata-se de um desfecho pescoço-a-pescoço numa corrida que teve início há cinco meses, quando cientistas anunciaram que a transformação havia sido obtida em células de camundongos.

A técnica da 'reprogramação direta' contorna a série de obstáculos éticos, políticos e práticos que surgiram em meio às tentativas de gerar células-tronco embrionárias humanas por meio da clonagem de embriões.

Cientistas familiarizados com o novo trabalho dizem que a clonagem continua a ser uma estratégia importante, mas que o novo trabalho é um golpe de mestre.

"Este trabalho representa um avanço científico tremendo - o equivalente biológico do primeiro avião", disse o médico Robert Lanza, principal cientista da empresa Advanced Cell Technology, que vem tentando extrair células-tronco de embriões humanos. "É quase como transformar chumbo em ouro", disse Lanza, advertindo, no entanto, que o trabalho ainda está longe de gerar benefícios médicos.

"É enorme", concorda o cientista de células-tronco do Whitehead Institute, Rudolf Jaenisch. "É a prova de princípio, de que é possível fazê-lo".

Mas há um problema: neste momento, a técnica gera o potencial para o desenvolvimento de câncer, o que a torna inaceitável para os usos mais esperados para as células-tronco embrionárias: a criação de tecidos para transplante. Mas o efeito causador de câncer é um subproduto da técnica, e pesquisadores acreditam que poderá ser evitado.

O novo trabalho está sendo publicado por dois periódicos, Cell e Science. O artigo na Cell é de autoria da equipe de Shinya Yamanaka, da Universidade de Kyoto; o da Science, da equipe de Junying Yu, trabalhando no laboratório do pioneiro das células-tronco James Thomson, da Universidade de Wisconsin-Madison. [Mais.]

terça-feira, 20 de novembro de 2007

Cientistas transformam pele humana em células-tronco


Células-tronco humanas (Foto: AFP)
M'zONe
Feito pode acabar com a polêmica sobre o uso de embriões para a pesquisa médica. Células-tronco são capazes de se transformar em qualquer outra e revolucionar a medicina.

Dois grupos diferentes de cientistas anunciaram nesta terça-feira (20) a obtenção de células muito parecidas com células-tronco através da pele humana.

O feito não é apenas uma das melhores notícias do ano para a medicina, mas é extremamente importante porque as duas equipes conseguiram fazer isso sem mexer no vespeiro que é o uso de embriões humanos para pesquisa científica.


As células-tronco são capazes de se transformar em qualquer outro tipo de célula. Se os cientistas aprenderem a manipulá-las poderão, no futuro, tratar diversas doenças com um tratamento específico para cada paciente. Transplantes poderão ser feitos usando tecidos da própria pessoa, diminuindo o risco de rejeição.


Uma revolução na medicina comparável apenas ao tamanho do desafio que é conseguir essas células-tronco. Até agora as melhores opções para pesquisa vinham dos embriões o que levantou o furor de grupos que afirmam que isso seria eticamente questionável.


Os dois grupos que apresentam seus resultados são bastante respeitados quando o assunto é célula-tronco. O grupo japonês, da Universidade de Kyoto, é liderado por Shinya Yamanaka, que já tinha conseguido clonar camundongos através de células da pele. O americano é de James Thomson, da Universidade de Winsconsin, um dos pioneiros na pesquisa com células-tronco embrionárias. [Leia+]

Melhor blog do mundo é bielo-russo, segundo rede alemã

M'zONe

Concurso Best Of Blogs aponta melhores sites em diversas línguas, como o brasileiro 'Blog do Tas'

A blogueira espanhola María Amelia, de 95 anos, venceu o concurso Best Of Blogs (BOBs), o concurso de blogs da rede de televisão alemã Deutsche Welle, na categoria em espanhol. Na categoria Melhor Blog em Português, o vencedor foi o jornalista Marcelo Tas, com o Blog do Tas, que perdeu a eleição de melhor blog do mundo para o bielorusso Foto-Griffoneurei (algo como fotomania, em português). [Leia+]

Substância da maconha impede câncer de mama de se espalhar pelo corpo


M'zONe
Pesquisa foi realizada por cientistas americanos com cultivo de células em laboratório. Caso frutifique, estudo poderá produzir alternativa não-tóxica à temida quimioterapia.

Um composto encontrado na maconha pode ajudar a evitar que o câncer de mama acabe se espalhando pelo corpo a famosa metástase. A conclusão é de cientistas do Instituto de Pesquisa do Centro Médico do Pacífico, na Califórnia (Estados Unidos). Segundo a rede britânica BBC, os pesquisadores esperam que a substância, devidamente extraída da planta, possa se tornar uma alternativa à agressiva quimioterapia. Mas o composto, denominado canabidiol, ou CBD, ainda está longe de chegar às prateleiras.

O estudo recém-realizado envolveu apenas células de tumor cultivadas em laboratório. Por isso, ainda é cedo para dizer se a droga teria o mesmo efeito num organismo vivo. "Essa pesquisa está num estágio muito inicial", disse à BBC Joanna Owens, cientista da Cancer Research UK que não se envolveu na pesquisa. "Esses achados precisarão ser confirmados com testes clínicos em humanos para ver se o CBD é seguro e se os efeitos benéficos podem ser replicados." [Leia+]

EUA exportam lixo eletrônico para países pobres, dizem ativistas


M'zONe
India e Nigéria estão entre países que recebem esses eletrônicos usados. 'Esse lixo está sendo reciclado, mas de maneira horrível’, conta ativista dos EUA.

A maioria dos norte-americanos acredita que está contribuindo com o ambiente quando recicla seus computadores antigos, televisores e telefones celulares. Mas quando fazem isso, mesmo com as melhores das intenções, estão contribuindo para uma tendência global relacionada ao lixo eletrônico (também chamado de e-waste) que polui outros países. Isso porque, afirmam ativistas, os EUA enviam grande parte desse tipo de lixo a outros países.

Segundo a organização não-governamental Greenpeace, a cada ano os eletrônicos descartados somam até 50 milhões de toneladas de lixo “se a quantidade gerada anualmente fosse colocada em contêineres de um trem, seus vagões carregados dariam uma volta ao redor do mundo”, compara a ONG ambientalista. Clique aqui para conferir os dez mandamentos do usuário “verde” de tecnologia.

Apesar de não haver dados específicos sobre essa prática dos Estados Unidos, ativistas estimam que de 50% a 80% das até 400 mil toneladas de eletrônicos colocados para reciclagem anualmente nos EUA acabem indo parar em outros países. Com isso, trabalhadores de países como a Índia, China e Nigéria têm de extrair metais, vidros e outros itens recicláveis, se expondo e também ao ambiente a uma mistura de elementos químicos tóxicos.


“Esse lixo está sendo reciclado, mas da maneira mais horrível que você pode imaginar”, afirmou Jim Puckett, da Basel Action Network, organização de Seattle (EUA) que deu o alerta sobre a “exportação” dos EUA para autoridades de Hong Kong. “Estamos preservando o nosso ambiente, mas contaminando todo o resto do mundo”, continuou em entrevista à agência de notícias Associated Press. [Leia+]